Moda feminina e moda casa são temas da GOTEX Show

A Euromonitor International foi convidada para participar da 6ª edição da GOTEX Show – Feira Internacional de Produtos Têxteis, evento que reúne anualmente o setor têxtil e realizado de 11 a 13 de setembro de 2018, em São Paulo. Este ano a feira reuniu mais de 100 marcas expositoras trazendo lançamentos em tecidos, aviamentos, vestuário (moda feminina, masculina e infantil), lingerie, linha fitness, acessórios e moda casa.

Moda feminina em alta

Um dos temas abordados em grande parte das palestras do GOTEX Show foram as tendências de moda feminina e a influência dos conceitos das passarelas nas vitrines do varejo da massa.

O segmento feminino (womenswear) é o maior setor dentro da indústria de vestuários do Brasil, movimentando R$42,5 bilhões em 2017, um crescimento de 5% em relação ao ano anterior em valores corrente. Embora o desempenho seja uma recuperação da queda vista em 2016, as consumidoras continuam diligentes sobre suas compras, um hábito que deve se manter no médio prazo. Consumidores buscam cuidadosamente itens que ofereçam boa qualidade à preço acessível. Até mesmo consumidores com maior poder aquisitivo que estão acostumados a trazer roupas de marcas de luxo do exterior têm intensificado as compras no Brasil em função de oscilações de câmbio e comodidades oferecidas localmente, como atendimento mais próximo e benefícios de relacionamento com os vendedores.

O segmento de roupas femininas de luxo (designers apparel) representou aproximadamente 4% do valor total das vendas roupas femininas no mercado brasileiro. Apesar da pequena participação para a indústria de vestuário em termos quantitativos, as marcas de luxo que participam das principais semanas de moda (Nova Iorque, Londres, Milão e  Paris) apresentam os conceitos, estampas e design de peças que cada vez mais rapidamente passam a integrar as ofertas dos principais varejistas de massa fast-fashion.

Moda casa se recupera em 2017

Outro ponto de bastante destaque da feira foi a moda casa. Após uma forte queda nas vendas durante os anos de crise no Brasil, o setor de cama, mesa e banho (home textiles) apresentou um crescimento moderado de 6% em 2017, movimentando R$7,6 bilhões.

Reconhecendo que a categoria está atrelada a gastos discricionários e que muitos consumidores adiaram suas compras em 2016, os fabricantes começaram a oferecer alternativas com itens individuais ao invés dos tradicionais kits composto com dois ou mais produtos agregados. Esse novo mix de produtos ajudou os fabricantes a reconquistarem as vendas no último ano. Alinhado a esse cenário, a GOTEX ampliou o número de expositores voltados a esse setor e trouxe conteúdos inéditos de tendência para a moda casa.

Para saber mais sobre o segmento têxtil, cadastre-se para receber notícias da Euromonitor International: http://go.euromonitor.com/Subscription-Center.html

 Definições da Euromonitor International:

  1. Womenswear: This is the aggregation of women’s outerwear and women’s underwear, nightwear and swimwear.
  2. Home textile: Any kind of moveable, soft household item made of any fabric type i.e. textiles, synthetic materials, leather, animal skins / fur or any combination thereof. Excludes: Shopping bags, laundry bags, shoe bags, covers for clothes and/or furniture, flags, mosquito nets, doilies and sunshades. Excludes purses and luggage. Excludes dusting and cleaning cloths. All moveable rugs and carpets are tracked within Rugs. Fabrics by the metre are excluded. Home textiles refers to bath textiles, bed textiles, kitchen and dining textiles, living room textiles and rugs.