Fim da Segmentação Por Gênero: Criando os Filhos de Modo Neutro

Em todo o mundo, meninas e meninos são contidos pelas expectativas estereotipadas relacionadas ao seu gênero. À medida que as atitudes mudam, os papeis do homem e da mulher se invertem e novas iniciativas surgem encorajando meninas a se desenvolverem em áreas não tradicionais. Contudo, como isso está impactando a demanda por produtos infantis? O relatório “An End to Gender Segmentation: Raising Children the Gender Neutral Way” analisa as mudanças globais – ou a falta delas – em relação às mudanças nas expectativas para cada genêro das crianças e examina até que ponto essas mudanças estão influenciando os segmentos de brinquedos, roupas e artigos de higiêne pessoal.

 

Prioridades: Mães vs. Pais

A nível global, há pouca diferença entre as prioridades dos pais e das mães, sendo que ambos consideram o relacionamento familiar o principal fator de felicidade, seguido por segurança financeira. O que é significativo, no entanto, é que as mães priorizam muito mais o tempo gasto com seus filhos do que o tempo gasto com seu parceir; enquanto que para os pais, há uma inversão nessas prioridades. Isso indica que, enquanto os homens estão fortemente envolvidos com seu papel como pai, isso ainda não corre tão profundamente quanto o papel de uma mulher como mãe.

Diferenças culturais no papel da mãe e do pai

  • A Itália é o único país onde os homens classificam o tempo com crianças mais importante do que as mulheres, mas ambos os sexos obtiveram pontuações baixas nesse quesito de,respectivamente, 8% e 9%.
  • A Austrália é o país que apresenta a maior a disparidade em relação ao papel do pai e mãe na criação dos filhos, sendo que 41% das mães consideram o tempo com seus filhos como sua prioridade número um, enquanto apenas 16% dos pais se sentem da mesma maneira. Isso indica um desequilíbrio extremo de gênero em relação à assistência aos filhos.
  • O Japão e os Estados Unidos também apresentam uma forte tendência das mulheres assumindo um interesse muito maior na criação dos filhos que os homens.
  • O Reino Unido foi o país onde há o maior interesse das mães em passar tempo com os filhos, sendo que 43% das entrevistadas alegaram que este era o maior fator de felicidade para elas.

 

Discrepância em relação às responsabilidades dentro da cozinha

  • A China é o país que apresenta o melhor equilíbrio entre os homens e mulheres que cozinham.
  • A França e os Estados Unidos também se destacam, sendo que 15% e 22% dos homens, respectivamente, afirmam cozinhar todos os dias.
  • Os pais também cozinham com frequência notável na Polônia, embora ainda estejam bastante atrás das mães. Aqui, 28% dos pais afirmam preparar uma refeição todos os dias.
  • No Japão apresentou a maior taxa de mães que cozinham, sendo que 72% delas afirmam cozinhar uma refeição todos os dias.

 

O impacto no mercado: O grande problema com as bonecas

A segmentação dos produtos por gênero das crianças é fortemente aparente e até procurada por pais e crianças, particularmente nos mercados em desenvolvimento e onde os papéis tradicionais do homem e da mulher se mantêm firmes. As bonecas são tradiconamente brinquedos para meninas e são percebidas como uma ferramenta para que as meninas desenvolvam suas aspirações e sonhos para a idade adulta. Tradicionalmente, as bonecas indicam uma visão muito limitada da feminilidade, centrada na aparência e nos relacionamentos. No casos nos quais as bonecas possuem uma vida profissional ativa, as profissões tendem a ser “suaves”, voltadas às áreas de cuidados aos outros. Assim, o movimento para a neutralização dos gêneros dos brinquedos está ainda em estágio inicial de desenvolvimento.

Top 5: Venda per capita no varejo de bonecas e acessórios em 2016

A mudança voltada aos artigos de banho sem genêros

Os artigos de higiene pessoal para crianças permanecem muito codificados por gênero, mesmo em mercados desenvolvidos, com produtos para crianças pequenas divididos em azul e rosa, e até produtos para adolescentes delineados por cores masculinas, como o cinza, em comparação com cores mais suaves e femininas para meninas. Nos mercados em desenvolvimento, há uma tendência ainda mais forte de segregração por gênero nessa categoria.

Top 5: Vendas per capita no varejo de artigos de higiene pessoal para bebês e crianças em 2016

Para saber mais: http://go.euromonitor.com/strategy-briefing-lifestyles-2018-end-to-gender-segmentation.html