Consumidores estão em busca da ‘Mobilidade sem Limites’

Este artigo faz parte da série que destaca cada uma das 10 Principais Tendências Globais de Consumo 2020.

A população mundial está se tornando cada vez mais urbana. O chamado da prosperidade econômica, educação superior e uma vida social animada estimulam os consumidores a se mudarem para as grandes cidades. Dirigir carros está se tornando menos comum devido ao congestionamento das vias e o transporte público cada vez mais lotado.

As autoridades estão começando a taxar veículos que viajam pelas cidades para reduzir o congestionamento e a poluição, o que contribui para o aumento dos serviços de mobilidade compartilhados. Além disso, os consumidores buscam transporte rápido, contínuo e barato. Eles esperam pela “Mobilidade Sem Limites” em 2020.

Nós queremos múltiplas opções de transporte

Os consumidores querem que seu transporte pelas cidades seja modular e personalizado de acordo com suas necessidades especiais. Eles não querem depender de um único método de transporte, mas exigem várias opções de mobilidade que representam tempo, orçamento, clima e ocasião.

Aplicativos de navegação oferecem aos consumidores atualizações em tempo real sobre a forma mais eficaz de chegar a um destino. As opções de compra e pagamento dos aplicativos são convenientes e integradas. O aumento e a expectativa de pagamentos móveis e sem contato é a regra em muitas cidades.

Os consumidores querem viajar da maneira mais rápida e eficiente possível e estão preparados para pagar a mais pelo serviço. Até 2022, as empresas oferecerão métodos alternativos de transporte. A Volocopter, por exemplo, é uma empresa de mobilidade aérea urbana que está lançando um serviço de táxi aéreo sob demanda com licença comercial.

A empresa proporciona a quem está viajando a negócios uma maneira ininterrupta de se locomover de um aeroporto até um distrito comercial central pelo preço de um percurso de limusine. O táxi aéreo de dois assentos nos mostra como será o futuro dos transportes.

“Desde a ascensão dos aplicativos de transporte que mitigam a necessidade de carro próprio, como Uber, Cabify e 99, que em 2020 devem chegar a 21,9 bilhões de reais em tamanho de mercado, até o surgimento de aplicativos de bikes e patinetes, como a Grow e Tembici, cuja projeção de crescimento de mercado de 2019 a 2020 chega à marca de 60%, novos modelos de negócio ganham espaço dentro dos centros urbanos. Os consumidores que possuem carro passam a se preocupar com a redução de sua pegada ambiental e sentem os reflexos do aumento do preço dos combustíveis. Uma solução é dividi-lo com outras pessoas por meio de serviços como Waze Carpool e BlaBlaCar. Abdicar completamente e compartilhar um carro via aplicativos como Turbi e Zazcar também já é realidade. Até o mercado de bicicletas elétricas tem visto essa mudança, com o aumento ano após ano na manufatura e venda desses produtos, em detrimento da posse de carros: 31 mil unidades de bikes elétricas foram vendidas em 2018 e a expectativa é de alcançar 67 mil unidades em 2020”, comenta Ricardo Sfeir, analista de pesquisa da Euromonitor.

Com os consumidores tendo estilos de vida cada vez mais atribulados, porém flexíveis, a “hora do rush” será um termo do passado. O transporte, junto com outras indústrias, precisa atender às necessidades variadas dos cidadãos 24 horas por dia. A mobilidade do futuro deverá ser personalizada, eficiente e ininterrupta. A personalização é o segredo para atingir a “Mobilidade sem limites”.

Para saber mais, faça o download gratuito do relatório 10 Principais Tendências Globais de Consumo 2020.